Vem se informar, vem curtir. Mexe o mouse, fica à vontade! Seu lugar também é aqui! Informação, diversão, cultura num click. Produzido pelo CEDUC.
Chega Mais! segunda-feira, 12 de abril de 2010

Olá!
No sábado dia 10, entrevistamos Guilherme Cechelero, e conversamos um pouco sobre a mentira.
Se você sempre sonhou em saber o que um sociólogo baixinho , mas muito querido e divertido pensa sobre a mentira... O CEDUC REALIZA SEU SONHO!
Se não é um sonho, mas acha que vale a pena matar a curiosidade, aperta o play e confere!

video


Agora, vamos refletir um pouco sobre esse bate-papo...
  • Todo os seres humanos mentem? É algo inato biológicamente ou é uma tendência social?
  • Como lidamos com a cultura da mentira?
  • Aceitamos e reproduzimos, viveciando as consequências? Ou tentamos mudar nosso contexto a partir de ações individuais?
  • A corrupção do nosso país, é uma grande mentira e ninguém gosta. A não ser os corruptos que estão lá roubando. Mas, de onde vem essa mentirada toda?
  • Será que as grandes mentiras provém das mentiras banais e normais do dia-a-dia?
  • Porque é tão difícil ser completamente sincero? É inevitável 'perder' pensamentos ao traduzir o nosso interior?

" O mundo verdadeiro passível de ser alcançado pelo sábio, pelo devoto, pelo virtuoso. - Ele vive no interior deste mundo, ele mesmo é este mundo. (...) O mundo verdadeiro - inatingível? De qualquer modo, não atingido. E, enquanto não atingido, também desconhecido. Suprimimos o mundo verdadeiro: que mundo nos resta? O mundo aparente, talvez?... Mas não! Como mundo verdadeiro suprimimos também o aparente! " ( Nietzsche - Crepúsculo Dos Ídolos Ou Como Filosofar Com O Martelo, p. 11-12 )

" O homem não quer a verdade. Ele quer as conseqüências da verdade, que são agradáveis e conservam a vida, diferentemente das conseqüências da mentira. Ou seja: tolera a verdade, mas, tolera sua conseqüência. " http://www.webartigos.com/articles/10202/1/Nietzsche--E-O-Conceito-De-Verdade-E-Mentira-/pagina1.html

6 comentários:

Tulio Cicero disse...

Freud já dizia que nós mentimos por necessidade, assim como nos esquecemos por necessidade. O fato é que, se todos soubessem que não seriam descobertos, todos mentiriam, assim como todos trairiam, se soubessem que seus pares não descobririam.

http://bardoge.blogspot.com/

Marcela disse...

Olá,

Seguindo a teoria de Freud, certamente mentir acaba se tornando uma necessidade, e se analisada ela surge antes mesmo da própria ideia. Faz parte da natureza, agora a interpretação de cada mentira é onde se distingue os individuos.

http://memoriaspsicodelicas.blogspot.com

Dyego Rivando disse...

. Huuum , muitoo interesante, parabéns , ótima postagem , estou lhe seguindo me segue? http://dyegorivando.blogspot.com/ ...
Abraços'

skitnevsky disse...

Tenho um ponto de vista sobre isso tudo muito amplificado. Não é só questão de mentir, e sim de omitir, o que para mim nao é um tipo de mentira.
Se somos culpados por coisas das quais nao consideramos boas, ou até coisas que para nós pode ser normal, mais que para um próximo possa ser decepcionante, entao preferimos nao contar. Mais ao não contar nao estamos mentindo, e sim omitindo. Sou de acordo com um pensamento que diz " se tens coragem para fazer, tenha coragem para assumir" isso leva em conta também o caráter da pessoa, seja coisa pequena ou coisa grande, se é real assuma, se não é bom não faça!
Mais se por exemplo, um amigo seu esta com uma roupa que nao é de acordo, de fato feia, e descabelado, mais esta se sentindo muito bem, e ele te pergunta: Estou bonito?
Você mentiria? Ou omitiria? Nesses casos eu prefiro mudar de assunto ou esquivar a conversa, sinceridade nessas horas pode ser muito desagradável, mais mentir pode ser catastrófico...
Se a maioria dos brasileiros mentem, nao acho que deveremos mentir indo de acordo com um senso comum. Devemos agir do jeito que achamos que é o certo, e se acham certo mentir, que mintam e sejam felizes, mais reclamar das conseqüências já é passar do ponto!
- Essa é minha opinião :)


Aproveitando para agradecer a visita que fez em meu blog, eu adorei o comentario! Obrigada :)

Nando disse...

ah, eu penso que o mundo não se sustentaria só vivendo de verdades. Vivemos de representações e elas, muitas vezes, contrapõe o que conhecemos por "verdade".

o blog tá dahora molecada! =p

Ise disse...

Bem a mentira é algo que está muito enraizado em nossa cultura de um modo geral.
Como o próprio Gui disse, quem nunca mentiu?
Todos nós ja contamos uma mentira, a diferença está em uma mentira pequena que não comprometeria muita coisa e o exagero que se torna um vicio.
Quando a pessoa só mente, ela perde amigos, familiares e todos que a cercam se afastam afinal são pessoas que custumamos dizer que "Não dá para confiar".
Enfim é algo que temos que tomar muito cuidao com isso...
Mas o video está muito bom...meus parabéns!!

Postar um comentário